Alojamento

 O ambiente em que mantemos as aves influencia directamente os resultados reprodutivos. Temperatura, luz, humidade, circulação de ar e outros factores podem contribuir em muito para o sucesso da criação.

Temperatura

Felizmente que no nosso país dispomos de temperaturas amenas sem grandes amplitudes térmicas quer diurnas quer anuais. Como tal, a grande maioria das aves pode suportar facilmente a temperatura ambiente sem aquecimento extra, pois na maioria dos casos suportam temperaturas entre os 5-35ºC.

Humidade

A humidade atmosférica é geralmente de 50-70%. A principal preocupação com a humidade surge com a incubação dos ovos para que estes não sequem. Mais fácil do que humidificar ou desumidificar uma sala é deixar que as aves tomem um banho diário pois isso é o suficiente para assegurar a humidade necessária aos ovos. Poucos de nós têm a disponibilidade de fornecer banhos diários, em especial quando dispomos de muitas gaiolas individuais por isso temos de tentar que estes sejam regulares, no mínimo duas vezes por semana. Em relação aos banhos será sempre mais fácil deixar que as aves tomem banho se usarmos gaiola amplas, bem planeadas.

Circulação de ar

É errado pensar que um casa fechada fornece melhores condições de ambiente às aves. A falta de renovação de ar faz aumentar a concentração de dióxido de carbono e outros gases prejudicando a respiração, o que em casos extremos pode mesmo originar lesões dos orgãos respiratórios.

Iluminação

Muito se pode dizer sobre iluminação e programas de luz. Quanto a mim o ideal é manter os pássaros ao ar livre sujeitos à luz natural e às variações desta ao longo do ano. Vários factores como a reprodução e a muda (cruciais no ciclo das aves) são directa ou indirectamente influenciados pelas horas de luz e intensidade desta. Ao sujeitarmos as aves a perídos de luz estáveis durante todo o ano corremos o risco de destabilizar todo o processo hormonal e surgem problemas como mudas fora de época e outros que podem ser graves.

Ler o artigo completo….

Anúncios